segunda-feira, 11 de janeiro de 2016

historia da pintura

A história da tinta
A história do uso das cores e da pintura se confunde com a própria história da humanidade.
O ser humano na pré-história, possuidor de limitados recursos verbais para transmitir suas
experiências, viu-se obrigado a desenvolver alternativas que complementassem sua
comunicação e que perpetuasse a informação pintura em fraldas pano de prato pintado
.
2.1. A cor na pré-história
Descobertas atuais demonstram que as gravuras encontradas em cavernas remetem ao
último Período Glacial. Os nossos ancestrais perceberam que certos produtos, como o
sangue por exemplo, uma vez espalhado nas rochas deixavam marcas que não
desapareciam. Logo estes materiais começaram a ser utilizados para transmitir informações.
Com a necessidade de aumentar a durabilidade das pinturas e diversificar as cores, as
chamadas pinturas rupestres passaram a utilizar óxidos naturais, presumivelmente
abundantes junto à superfície do solo naquele tempo, como os ocres e vermelhos.
Para que fosse possível "pintar" era necessário um ligante que pudesse fixar os pigmentos à
superfície conferindo alguma durabilidade. A solução foi misturá-los ao sebo ou seiva

Com o aprimoramento da competência artesanal, ainda no período glacial, começaram a
surgir as primeiras ferramentas e equipamentos auxiliares para executar as pinturas, bem
como para manufaturar as matérias-primas utilizadas na preparação das tintas.
Depois disso, durante milhares de anos, pouco se acrescentou às descobertas iniciais. A
história começa a registrar novidades quando várias civilizações surgem do longo período
de maturação da mente humana.

2.2. Egito
Durante o período de 8000 a 5800 a.C. surgiram, desenvolvidos pelos egípcios, os
primeiros pigmentos sintéticos. Estes pigmentos eram derivados de compostos de cálcio,
alumínio, silício e cobre, razão pela qual possuíam grande gama de azuis, como o até hoje
utilizado Azul do Egito. Além do desenvolvimento de pigmentos baseados em materiais
minerais também foram desenvolvidos os de origem orgânica.

Nenhum comentário:

Postar um comentário